Dra. Luciane Mello | Otorrinolaringologia e Medicina do Sono | Música alta na folia pode prejudicar audição
17566
single,single-post,postid-17566,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-6.3,wpb-js-composer js-comp-ver-4.3.5,vc_responsive

Música alta na folia pode prejudicar audição





Slide33

29 jan Música alta na folia pode prejudicar audição

O carnaval está chegando e essa festa, que é repleta de muita música, alta pede alguns cuidados com a saúde dos ouvidos. De acordo com dados da Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial (ABORL-CCF), o ouvido humano aguenta até 85 decibéis. Entretanto, os aparelhos usados atualmente nesse tipo de comemoração podem chegar a até 120 decibéis, intensidade próxima a de uma turbina de avião.

Segundo a otorrinolaringologista do Hospital Federal da Lagoa (RJ) e Especialista do Sono, Dra. Luciane Mello, a exposição a esse tipo de som, a princípio, pode gerar sensação de pressão nos ouvidos, zumbido e dificuldades para ouvir e, em casos prolongados, pode levar o indivíduo à Perda Auditiva Induzida por Níveis de Pressão Sonora Elevados.

Para curtir a folia sem a preocupação de prejudicar a sua audição, a especialista dá algumas dicas.  “Procure manter uma distância de 10 metros das caixas de som ou outras fontes sonoras, descanse pelo menos 30 minutos após uma hora de contato com a música alta, use protetores auriculares e, em caso de alteração na audição, procure imediatamente um médico otorrinolaringologista”, finaliza a especialista.