Dra. Luciane Mello | Otorrinolaringologia e Medicina do Sono | Medicina do Sono
17240
single,single-post,postid-17240,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,qode-theme-ver-6.3,wpb-js-composer js-comp-ver-4.3.5,vc_responsive

24 abr Medicina do Sono

 

O sono já é considerado um problema de saúde pública.

Isso acontece pelo fato de sua má qualidade estar relacionada com acidentes de veículos, grandes desastres e até erros médicos ou de outra natureza.

Além disso, esses pacientes apresentam maior chance de apresentar hipertensão arterial, diabetes, obesidade, depressão, aumento do colesterol, dentre outras comorbidades. Estima-se que 50-70 milhões de americanos apresentam alguma queixa do sono e até 1/3 da população adulta apresente Síndrome da Apnéia Obstrutiva do Sono.

As causas variam de pacientes com privação de sono por maus-hábitos de sono até pacientes com insônia ou algum distúrbio respiratório. Este último, afeta cerca de 2 a 4% de pessoas de meia-idade e estima-se que até 30% dos adultos ronquem com frequência.

Dessa forma, a busca por uma boa noite de sono, restauradora e tranqüila, torna-se fundamental para a melhora da qualidade de vida.